4º Festival de Pipas Curitiba

25 09 2011

Festival de Pipas Equipe Art Céu – Especial Dia das Crianças!


4º Festival de Pipas Equipe Art Céu – Especial Dia das Crianças!

Dia 12/10
Horário: apartir das 12 hs

Local: Campo ao lado do Armazém da Maria
Rua Chanceler Oswaldo Aranha esquina com Rua Frei Henrique de Coimbra
Hauer – Curitiba – PR

As primeiras 200 crianças vão ganhar um kite contendo uma pipa e um fio para soltar no evento!

Participação gratuita e sem limite de idade.

Premiação para:
– Maior pipas,
– Pipa Destaque,
– Pipa mais bonita e
– Pipa Exótica.

Medalha para:
– Menor pipa,
– Pipa mais feia e
– Maior Rabiola.

Não será permitido o uso de cerol e nenhum tipo de cortante em suas linhas.

Se chover o evento será adiado para o próximo final de semana

Apoio: Prefeitura Municipal de Curitiba, Regional Boqueirão,
Secretaria Municipal de Esporte Lazer e Juventude – SMELJ,
Secretaria de Relações com a Comunidade – SERCOM, Armazém da Maria e
Jornal do Comércio Hauer.

Colaboradores: GRAZUL – Associação de Moradores do Gralha Azul,
Centro Esportivo Luiz Brun, Farmacia Descontão Popular, Queop’s Papelaria,
Web Rádio Califórnia, Luciano Pães e Doces, Jasper Confecções, Posto Derosso,
Auto Escola Cristina, Niqui Festas e Eventos, J.B. Esportes,
Rodo Silva – Transporte Escolar, Panificadora Irmãoes Oliveira,
Nosso Gás e Aviário Casa da Roça.

Mais informações: http://www.pipascuritiba.com

Anúncios




Empine sua pipa com Segurança!

3 09 2010

Aqui vai algumas dicas de Segurança para que você possa empinar sua pipa sem o perigo de acidentes!!!

•Não soltar pipas e raias em dias de chuva ou relampagos;

•Não soltar pipas e raias perto de rede eletrica e antenas, procure lugares abertos, como praças e parques;

•Se a pipa enroscar no fio, não tente tira-la, é melhor perder a raia do que a vida;

•Não soltar pipa em ruas e avenidas movimentadas;

•Não use cerol, além de correr o risco de se cortar, você pode machucar os outros.
 
Via Equipe Art Céu.
Imagem Eletrobras Distribuidora Roraima





Produção de Energia através das Pipas!

2 09 2010

Kite Gen ® é a última evolução do aproveitamento da energia eólica. É um conceito radicalmente novo e inovador, que pode ser a solução mais prática e sólida, no mercado de fontes renováveis, para as necessidades mundiais de energia e problemas.

A principal novidade é dada pelo fato de Kite Gen poder explorar o inexplorado, quase interminável e quase universalmente disponível alimentação de energia: eólica altitude.

Para explorar esta enorme quantidade de energia que uma mudança radical de perspectiva tem sido feito: sem estruturas mais pesadas e estática, mas dinâmica de máquinas leves e com

grandes asas, impulsionado por um sistema de controle de alta tecnologia baseada em sensores aviônicos, voar a grande altitude, a colheita da energia dos ventos poderosos, muito mais rápido e constante do que os disponíveis para moinhos de vento tradicionais.

A Kite Gen é um novo tipo de usina de geração elétrica, com base em uma fonte renovável, adequada para qualquer território, a custos mais baixos do que as plantas de geração de combustíveis fósseis, em concorrência direta com a produção convencional de hoje (carvão, óleo ou nucleares).

Assista o video abaixo para entender o funcionamento:

No “Stem” configuração das asas puxa os cabos que, através de um sistema de polias, ativa os alternadores no chão, que produzem eletricidade. Quando os cabos são totalmente desenrolados, a asa é orientada para uma posição onde ela perde a sua resistência ao vento e os cabos são enrolados dentro consumo de energia da fase de liquidação é uma fração menor da energia gerada durante a fase de recolhimento.

No cerne do projeto é o software que autonomamente os pilotos das pipas de energia, de modo que os padrões de vôo pode ser controlados e normalmente direcionado para maximizar a produção de energia.

Em 2006 Kite Gen pesquisa construiu um primeiro protótipo, codinome KSU1, testado a uma altitude de 800m com a autorização da ENAC e ENAV (italiana Autoridades da Aviação Civil).

Além da verificação dos dados teóricos, a KSU produziu energia, graças ao desenrolar / rewind ciclo: média e pico de 5kW 30kW, com um terreno de 4,5 m / s.

A configuração tronco vem produzindo hoje e o funcionamento do gerador em primeiro lugar, perto de Asti – um lugar onde as condições do vento são considerados definitivamente insuficiente para geradores eólicos tradicional – está prevista para o início de 2010.

Via Kite Gen





Porque a pipa sobe?

29 08 2010
Pipa da Florzinha

Pipa da Florzinha

O vento bate de frente com a vela, e estando a pipa na inclinação ideal (25º a 30º), a tendencia seria arrasta-la  e tira-la de sua posição. Mas por causa da linha, o vento não pode arrasta-la. Como os estirantes mantem a pipa na posição inclinada, o vento bate e desvia para baixo, e a pipa sobe por reação, junto com a linha presa na mão do empinador.
Em suma, a subida da pipa se da devido ao escoamento do vento sobre suas asas, formando uma zona de baixa pressão em cima da pipa, fazendo com que ela suba. O que ela realiza na verdade é um vôo de baixa velocidade (3 a 40 Km/h).





Revoada de Pipas

28 08 2010

Revoada de pipas da Equipe Art Céu – Pipas e Raias.  

Pipas Bide

Revoada de Pipas - Equipe Art Céu - Pipas e Raias

  

A revoada aconteceu, domingo dia 22/08  no campo conhecido pelos pipeiros como terrão.  

A Equipe Art céu realiza com frequencia Revoadas, Festivais e Oficina de Pipas em Curitiba.  

Para ver mais fotos acesse: www.artceu.org e fique por dentro da programação.